quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Orgulho


Minha cor ta na pele,
E o orgulho no meu sangue,
Bato no peito ergo meu nariz ao céu e
digo: ORGULHOSA SIM!
Orgulhosa pelos defeitos e qualidades que há em mim,
Orgulhosa pela menina que tu dizes que sou,
È essa menina que te supre de carinho,
e boas noites de amor,
Eu permito amor,
Tu dizeres quem sou, como sou
e optar no que fazer e como fazer,
Mas não permito amor pela minha cor,
Dizeres quem achas quem sou,
E ouvir da boca que beijei e dos labios que acariciei o indesejavel,
Sentimental sou,
E gosto do que me faz bem,
Gosto de você,
Ou me enganei,
Ou será se vc me enganou?
Brurra eu não sou,
Gosto do que pra mim é bom, Defeito não é do bom querer ter,
Ontem te beijei,
Te acariciei,
Te tive amor,
E hoje pelo orgulho sinto saber,
Que amanhã amor não mas vou te ter,
Tenho o que quero,
Por isso te tive,
Mas tudo o que quero nem sempre posso ter,
Eu lamento amor,
Mas meu amento é por você,
Em saber meu bem,
Que não mais irá me ter.


Cinthia Cruz

Um comentário:

rOtinA poEtiCa disse...

vitimizou ou vitima???

OHENE NIWA

OHENE NIWA
reCaDo dADo !